Tudo o que você sempre quis saber para trabalhar na Nova Zelândia
11 de fevereiro de 2016
O que não fazer numa homestay
1 de abril de 2016
Ver todos

Tudo o que você sempre quis saber para trabalhar na Irlanda

Uma primeira boa notícia para os estudantes brasileiros interessados em trabalhar na Irlanda é que não há necessidade de se providenciar um pré-visto para viajar para a Ilha Esmeralda pois o visto é conferido ao aluno assim que ele chega no país.

O visto que autoriza trabalho na Irlanda é o STAMP-2. Esse visto é concedido para o cidadão não-europeu que entra no país com o objetivo de trabalhar e frequentar aulas de inglês numa escola credenciada pelo governo irlandês, sendo que o curso precisa durar no mínimo 25 semanas e ter carga horária de no mínimo 15 horas semanais.

Durante o tempo de estudo o aluno pode trabalhar até 20 horas por semana, já após as 25 semanas de estudos é permitido trabalhar até 40 horas semanais. O período total do visto é de 8 meses, período em que o imigrante não pode recorrer a nenhum tipo de serviço oferecido pelo governo como por exemplo: serviços de saúde, seguro-desemprego, etc…

Outra característica desse tipo de visto é que ele não permite que o cônjuge ou os filhos apliquem conjuntamente. O visto de trabalho também não é estendido ao cônjuge como acontece em outros países.

O que eu preciso levar para apresentar na Imigração?

  • Carta de Aceitação da escola onde comprove a matrícula em curso com carga horária mínima de 15 horas por semana;
  • Reserva de Acomodação;
  • Prova de aquisição de seguro-saúde (Tratado de Schengen);
  • Passagem aérea de retorno ao Brasil;
  • Passaporte válido (validade pelo prazo que durar o programa de estudo);
  • Comprovação financeira para se manter no país (pelo menos 500 euros por mês de permanência).

O Oficial da Imigração após checar a documentação, colocará no passaporte o prazo que o aluno tem para ir ao Imigration Office e se registrar, que é de geralmente 30 dias.

Providências a serem tomadas dentro dos 30 dias:

Abrindo a conta num banco irlandês:

  • Ir com antecedência ao Banco para marcar um dia de atendimento (appointment);
  • Solicitar na escola uma carta chamada “Opening Bank Account Letter” e providenciar um comprovante de endereço (escola orienta sobre isso);

No dia agendado, comparecer ao Banco munido de:

  1. passaporte;
  2. comprovante de endereço; e
  3. documento “Opening Bank Account Letter”.

*** Será necessário preencher o formulário que o banco lhe fornecerá.

Em média após 5 dias úteis, o banco mandará o seu cartão e a sua senha e de posse disso o aluno deve comparecer para depositar o montante financeiro requerido pela imigração (3.000 euros). Após 1 dia do depósito ter sido feito o aluno pode requisitar o extrato o qual será encaminhado pelo correio em até 3 dias úteis. Esse extrato será necessário para apresentar na imigração no dia da requisição do seu visto.

*** Detalhe: após o extrato chegar, você pode movimentar livremente a sua conta, inclusive realizando saques ***

Solicitando a Visa Letter na escola:

1) Após ter aberto a conta bancária (não necessário aguardar o envio do cartão e senha), o aluno deve solicitar na sua escola o envio desse documento para o escritório da imigração.

Indo ao escritório da GNIB:

Tendo providenciado todos os documentos anteriores, o aluno já poderá ir à GNIB (Garda National Immigration Bureau) para finalmente conseguir o seu cartão GNIB. No escritório da GNIB os oficiais checarão os seguintes documentos:

1) Seguro-médico;

  • Matrícula na escola;
  • Extrato do banco irlandês; e
  • Passaporte.

*** Nessa ocasião você também precisará pagar uma taxa de 300 euros pelo GNIB Card, esse valor poderá ser pago via cartão de débito da conta que foi aberta no banco irlandês.

O passaporte do aluno é então carimbado com a permissão para ele permanecer na Irlanda até o final do curso ou a data do embarque aéreo. É muito importante que o aluno confira que todas as informações constam corretamente e que a classificação do visto está correta.

Importante: esse tipo de visto pode ser renovado por até 2 vezes.

Quanto eu posso ganhar trabalhando na Irlanda?

O valor mínimo da hora trabalhada na Irlanda é de 8,65 euros. Como o permitido é trabalhar 20 horas por semana durante o período de estudos, o valor mensal seria de aproximadamente 692 euros. No período de férias (a restrição é de 40 horas por semana) o valor seria de 1384 euros. Se convertemos para REAIS (taxa de 4,47) o valor seria de R$ 3.093,24 a 6.186,48 aproximadamente.

Qual a minha previsão de gastos na Irlanda para me manter sozinho?

Como o curso já precisa ter sido quitado antes do embarque supondo-se que as despesas envolvam acomodação, alimentação, lavanderia, telefone e transporte, esse valor giraria em torno de 620 à 800 euros por mês, ou seja de R$ 2.771,40 à 3.576,00 / mês.

*** Importante: todos os gastos são estimados, o valor depende do estilo de vida e consumo de cada um.

Mercado de Trabalho na Irlanda:

Quanto maior o nível de fluência no idioma, obviamente maiores serão as chances do aluno conseguir uma boa colocação de trabalho no país, entretanto, em função até mesmo do tempo permitido de horas de trabalho o mais comum é que o aluno consiga posições de trabalho na área de serviços, como por exemplo: trabalhos em Coffee Shops, Pubs, Restaurantes, etc…

Os sites mais utilizados para a procura de emprego na Irlanda são os seguintes:

www.jobs.ie

www.bestjobs.ie

www.jobdone.ie

www.monster.ir/

www.irishjobs.ie

Gostou das informações? Então comece a planejar ainda hoje a sua viagem para a Irlanda!!!